Parceiros:

Nossa Filosofia

"O Espiritismo não é apenas a demonstração da sobrevivência através dos fatos, é também o caminho por onde as inspirações do mundo superior descem sobre a Humanidade." (Léon Denis. "No Invisível" - Introdução. Léon Denis – Gráfica e Editora)

É justamente por compreender que a missão principal da Doutrina Espírita na Terra é a do despertamento do ser humano para a realidade espiritual, que o Centro Espírita Léon Denis tem na divulgação doutrinária sua lida central.

Entendemos que as tarefas mediúnicas e o comprometimento social completam sim a base da ação cristã no mundo, mas que desse tripé, o estudo se destaca como pedra fundamental. Se abrimos mão do estudo sério e sistematizado da Doutrina Espírita, perdemos o foco, uma vez que sem o conhecimento do Espiritismo, não há prática espírita fiel.

Cremos que a Casa Espírita tem por missão reviver a Casa do Caminho, onde os apóstolos ofereciam sim o pão material, mas sobretudo o pão espiritual, que fermenta-se, que é forjado, no estudo. É verdade que esse estudo não deve levar-nos ao intelectualismo vaidoso, ao orgulho do conhecimento, mas ao entendimento humilde e coletivo das revelações do Cristo para nós, porque só assim será possível uma convivência mais solidária e um dia a dia mais justo.

Sendo assim, todas as ações levadas à efeito pelo CELD, estarão sempre pautadas da Divulgação Doutrinária Espírita. Não é à toa que cursos, encontros, palestras, estão entre as atividades mais numerosas de nossa Casa.

É assim que ajudaremos os "Espíritos do Senhor, que são as virtudes dos Céus, a espalharem-se pela superfície da Terra", fazendo ressoar o coro que nos ensina, que nos consola, que nos orienta na busca pela Felicidade plena, em Jesus, nosso Alvo! Segundo um dos nossos diretores espirituais, a Casa Espírita deverá "manter viva, no sentimento da comunidade abrangida, a idéia da presença do Cristo junto à Terra, no trabalho de Amor e Caridade".

"Uma reunião é um ser coletivo, cujas qualidades e propriedades são a resultante das de seus membros e formam, como que um feixe; ora, este feixe terá ainda mais força, quanto mais homogêneo ele for". (Allan Kardec. O Livro dos Médiuns, item 331. Léon Denis – Gráfica e Editora)