Parceiros:

Como tudo começou?

Por Juan Senra, atual presidente do CELD - Cabo Frio

Tudo começou em conversas com o Altivo, sobre as atividades e tarefas em que alguns médiuns do Celd, que haviam transferido a sua moradia para a Cidade de Cabo Frio, realizavam como colaboradores no trabalho do bem, em outras Casas Espíritas da Cidade.

Sentiam a lembrança das atividades que também realizavam no Centro Espírita Léon Denis: os métodos de estudos das obras Básicas de Allan Kardec, os encontros doutrinários, as visitas aos Hospitais, visitas aos Lares, assistência aos moradores de rua (hoje o Grupo Condessa Paula), a Obra Social Antonio de Aquino – a nossa querida MALLET – e tantas outras atividades que os médiuns recordavam com profundo sentimento de realização.

O bondoso Altivo, junto com Dr. Hermann e os Guias da Casa, foram vendo aquele grupo de médiuns que estavam morando em Cabo Frio , e, conversando com alguns médiuns, informou da possibilidade de se fazer um culto no lar na casa de um dos médiuns em um dia da semana, com o estudo do "O Evangelho Segundo o Espiritismo", e outro estudo do "O Livro dos Espíritos" na casa de outro médium do grupo, em outro dia da semana.

Assim, fomos realizando os cultos com os estudos; outras pessoas foram se afinisando com a idéia e se chegando ao grupo. A freqüência foi aumentando e já não dava para fazer os estudos nas casas dos médiuns. Voltamos a conversar com o Altivo, e ele nos motivou a permanecermos com os estudos.

Em uma orientação com o plano espiritual, o Dr. Hermann nos informou que o médium, Altivo, estaria na Cidade de Cabo Frio e conversaria com os médiuns do Celd que residiam nesta cidade. Neste dia Altivo conversou com o grupo e com outros médiuns do Celd, que estavam presentes e não sabiam deste movimento de estudos do grupo, e falou para todos: "Quantos médiuns aqui! Vamos trabalhar!".

Permanecemos com os estudos, e o grupo resolveu participar do Encontro Espírita de Mediunidade, no Celd - Bento Ribeiro. O grupo estava apreensivo e confiante na espiritualidade, nos Guias Espirituais do Celd. Alguns participantes do grupo, estavam conhecendo o Centro Espírita Léon Denis pela primeira vez e percebendo as vibrações de trabalhos que estavam pela frente. Após o término do Encontro sobre Mediunidade, o grupo conversou com o Altivo, ele nos motivou e mostrou as dependências do Celd. Quando passamos pela gráfica, o Altivo nos falou da importância da disciplina e da organização em todas as atividades do Celd, e, que o grupo seguisse confiante para dar continuidade nas atividades em Cabo Frio ; foi perguntado por um participante do grupo:

"Qual o nome que daremos a este grupo?"

O Altivo respondeu:

"Centro Espírita Léon Denis, Celd Cabo Frio."

Lembro-me do amigo Paulo Nagae dizendo:

"Eles não sabem com quem estão se metendo, terão muito trabalho!"

O Altivo falou para o grupo permanecer com os estudos, e de acordo com o andamento, procurássemos um local para alugar e nos estabelecermos. Sendo assim, após um tempo de procura, foi encontrado o local adequado, onde havia sido uma Igreja Evangélica, possibilitando assim, uma vibração mais próxima de Jesus Cristo, para darmos o início às atividades do Celd Cabo Frio.

No dia 15 de Outubro de 2001, o Altivo veio conhecer o local, nos passando as orientações necessárias, com a presença do bondoso Dr. Hermann, espírito que sempre está a amparar o Celd e a todos os trabalhadores. O bondoso espírito nos falou do compromisso e da responsabilidade que repousava em nossas mãos; nos diz também:

"Esta Casa que abrigou durante algum tempo outro tipo de formação religiosa, de vez em quando vai ser visitada por esses Espíritos, mas nós vamos botar a bandeira aqui da Caridade Espírita..."; "os espíritos do lugar são todos eles antigos homens da religião...".

Nos lembra da importância de fazermos as nossas preces em nome dos Espíritos Guias responsáveis da Casa, e que não falava somente em seu nome, mas também em nome de Baltazar e do próprio Léon Denis. Por fim, nos fala das lutas, mas para termos ponto de vista firmado, com posição determinada, em nome de Jesus, com os pés fincados no chão.

"É assim que a gente faz a Obra da Casa de Léon Denis."

Desta forma, foi fundado o Centro Espírita Léon Denis da Cidade de Cabo Frio.